Os alunos do Programa contam com laboratórios de pesquisa bem aparelhados que permitem a execução de experimentos propostos. Tal infraestrutura é mantida e renovada por vários auxílios à pesquisa individuais contratados pelos docentes do programa e por iniciativas institucionais de fomento.
Além das diferentes unidades laboratoriais, descritas abaixo, com o esforço dos Professores Doutores e docentes do programa Madileine Francely Americo, Gustavo Tadeu Volpato, Paula Cristina Sousa Souto, Kleber Eduardo Campos, Fernanda R. C. Giachini Vitorino, Victor Vitorino Lima e de outros docentes do Programa de Pós-Graduação em Ciência de Materiais e da área de Agronomia, foi criado o CENTRO DE PESQUISA MULTIUSUÁRIO DO ARAGUAIA (CPMUA). Três projetos de pesquisa consecutivos e vinculados ao FINEP foram aprovados para consolidação do CPMUA. As instalações físicas foram entregues em dezembro de 2016 a partir de financiamento obtido junto a edital FINEP de INFRA -2010. Um microscópio eletrônico de varredura e um Sistema Compacto de Microscopia Confocal a Laser foram obtidos no edital MCT/FINEP/CT-INFRA – PROINFRA 01/2013 e devem ser alocados no CPMUA assim que entregues. Convém ressaltar que não há nenhum desses microscópios em nenhum outro campus da UFMT. No final de 2016, o referido grupo teve o projeto de Centros Multiusuários na categoria Centros Emergentes aprovado pelo FINEP. O desembolso financeiro ocorrerá nos próximos 5 anos para aquisição de equipamentos (citômetro de fluxo e difratômetro de raio x), consumo (kits, reagentes) e bolsas em diversas categorias para operacionalizar o centro. É o único centro de pesquisa da UFMT/Araguaia vinculado diretamente a programas de pós-graduação, com total independência de gestão administrativa. Neste centro serão alocados equipamentos de caráter multiusuário provenientes de diferentes projetos individuais e institucionais destes professores em associação com professores das outras áreas agregadas. O Centro tem estrutura completa para laboratórios de bioensaios, microscopia, análises químicas, cromatografia (HPLC e CG) e análises agronômicas. Nestes laboratórios atuarão alunos de iniciação científica, mestrado e doutorado (orientados por docentes credenciados paralelamente em outros programas), assim como pós-doutorandos supervisionados pelos docentes, e será um espaço para atrair novos docentes e alunos às novas tecnologias que serão implantadas e disponibilizadas a todos os interessados. O modelo deste novo centro é pioneiro, pois está associado diretamente a Gerência de Pós-Graduação e Pesquisa e aos Programas de Pós-Graduação locais, tendo um regimento próprio e com objetivo de incentivar e apoiar as pesquisas a serem realizadas por alunos da pós-graduação dos programas e de prestar serviços para a comunidade. O CPMUA ampliará a qualidade e o nível das pesquisas dos programas, por meio da disponibilização de inúmeras técnicas modernas para um grande número de docentes e alunos.

LABORATÓRIOS

O programa ainda dispõe de laboratórios de pesquisa individuais de cada um dos docentes dotados de uma série de equipamentos abaixo listados. Em adição, inúmeros projetos de pesquisa foram aprovados recentemente, permitindo o crescimento do parque de equipamentos dos docentes do programa. É importante salientar que todos os docentes do programa externos à unidade sede, também possuem seus laboratórios em suas respectivas unidades universitárias, onde desenvolvem seus projetos de pesquisa.

Laboratórios

Laboratório de Imunomodulação (100m2): coordenado pelos Professores Dr. Eduardo Luzía França e Dra. Adenilda Cristina Honório França. O laboratório possui os seguintes equipamentos: microscópio de fluorescência acoplado à câmera de captura de imagem; Reômetro; Centrífuga concentradora (Centrivap); analisador bioquímico semi-automático; fluxo laminar; centrífuga sorológica; estufa de cultura; estufas de esterilização; sistema completo para eletroforese e western blotting; contadores automático de células; estufas de CO2; banho-maria com agitação; microscópios ópticos; agitador tipo Kline; vortex; pHmetro; frezeers; geladeira; liofilizador; autoclave; balança; ultra som; ultrapurificador de Água; pipetador automático; micropipetadores automáticos volumes variados; “kits” de vidraria/reagentes de uso rotineiro.
Laboratório de Saúde Materno-Infantil (100 m2): coordenado pelos Professores Dra. Adenilda Cristina Honorio França e Dr. Eduardo Luzía França. O laboratório possui os seguintes equipamentos: citômetro de Fluxo FACS CALIBUR; leitora de microplacas – ELISA; lavadora de microplacas; analisador bioquímico; microscópio de fluorescência acoplado à câmera de captura de imagem; microscópio óptico; fluxo laminar; centrífuga refrigerada; centrífugas sorológicas; estufas de cultura; estufas de esterilização; banho-maria com agitação; analisador de gases sanguíneos; agitadores tipo Kline; vortex; máquina de gelo; balanças; pHmetro; espectrofotômetro; pipetadores e micropipetadores automáticos de volumes variados; “kits” de vidraria/reagentes de uso rotineiro; destilador de água; 1 frezeer 80oC; Geladeiras.
Laboratório de Fisiologia de Sistemas e Toxicologia Reprodutiva (100m2): coordenado pelos Professores: Dr. Gustavo Tadeu Volpato; Dr. Kleber Eduardo Campos, Dra. Madileine F. Américo. O laboratório possui os seguintes equipamentos: geladeiras; freezers -20 e -80 oC; esteriomicroscópio com sistema de captura de imagem; espectrofotômetro; banho-maria; centrifuga refrigerada; balança analítica; aparelho de osmose-reversa; balanças; guilhotina; microscópio trinocilar; agitador magnético; estufa de secagem; amplificador Lock in; sensor magnético; amplificador de potência; caixa com sistema UV; sistema Biopac com 3 módulos para registro de eletromiografia; placa de aquisição A/D ; leitor de placas de Elisa; microcomputadores; micro-ondas; leitor de íons; espectofotômetro do tipo bioplus; “kits” de vidraria/reagentes de uso rotineiro.
Laboratório de Biomembranas e Imunopatologia (85 m2): Coordenado pela Profa. Dra. Paula Cristina de Souza Souto. O laboratório possui os seguintes equipamentos: fluxo Laminar; autoclave vertical; estufa DBO; micrótomo rotativo numérico; estufa de cultura; sistema de eletroforese transferência de proteínas; “kits” de vidraria/reagentes de uso rotineiro; rack isolador para animais; agitador magnético; estufa de esterilização e secagem.
Laboratório de Biologia Vascular (60 m2): coordenado pelos Professores Dra. Fernanda R. C. Giachini Vitorino e Dr. Victor Vitorino Lima. O laboratório possui os seguintes equipamentos: sistema completo de vaporização para anestesia de animais experimentais (uso de isoflurano); sistema de eutanásia de animais experimentais, com câmara de CO2; banho de órgãos completo com 4 canais, amplificadores e computador; miógrafo do tipo Mulvane completo, com powerlab e computador; banhos maria; pHmetro; balanças; lupas de dessecação; homogenizador de amostras; placa de aquecimento; microcomputadores; destilador; geladeira; micro-ondas; espectofotômetro do tipo bioplus; leitor de placa de ELISA Thermoplate; sistema de hidratação/desidratação para cortes histológicos; vórtex ;Cilindros de gases (CO2, O2¬ e carbogênio); estufa simples pequena.
Laboratório de Biologia Molecular (60 m2): coordenado pelos Professores Dr. Victor Vitorino Lima e Dra. Fernanda R. C. Giachini Vitorino. O laboratório possui os seguintes equipamentos: sistema completo para extração de proteína, equipamento de aquisição de pressão arterial para roedores, destilador de água, deionizador de água, equipamento completo para Western Blot; câmara de revelação para quimioiluminescência, ultracentrífuga refrigerada, centrífuga não refrigerada, geladeira, freezer, incubadora CO2 para células e tecidos.
O Programa de Imunologia e Parasitologia Básicas e Aplicadas, além desta infra-estrutura descrita acima para o desenvolvimento das pesquisas, possui laboratórios didáticos para suporte às aulas. Também conta com a infra-estrutura dos laboratórios dos professores colaboradores da USP e UFMG, conforme seguem descritos abaixo:
Laboratório de Imunologia e Genômica de Parasitos (UFMG- 140m2): coordenado pelo Dr. Ricardo Toshio Fujiwara. O laboratório possui os seguintes equipamentos: fluxos laminares; microscópios binocular CX31 Olympus; microscópios invertido trinocular CKX41 Olympus; estufas BOD; estufa bacteriológica; estufa de CO2; centrífuga refrigerada eppendorf multifuncional 5804-R para placas, tubos falcon e microtubos; centrífugas refrigeradas; microcentrífugas; sistema de purificação de água tipo I e III DirectQ3 Millipore; sistema de fotodocumentação; termociclador de placa; DNA Workstation; sistemas de eletroforese de DNA e de eletroforese e transferência de proteína; balanças, sendo uma analítica; micropipetas incluindo multicanal; geladeiras; freezeres; banhos-marias; vortex; microondas; agitador de bancada; pHmetro; leitor de microplacas de ELISA; agitador; banho-maria, sistemas de eletroforese de DNA e de eletroforese e transferência de proteína; balanças; botijões de nitrogênio liquido, freezers -80oC; estufas de secagem, citômetro de fluxo (FACScan) e termociclador em tempo real (Applied Biosystem); sistema de purificação de água destilada.
Laboratório de Imunologia Experimental (USP): coordenado pelo Dr. Anderson de Sá Nunes. O laboratório possui os seguintes equipamentos: estufa de CO2; centrífuga de tubos refrigerada; centrífuga de tubos não-refrigerada; estufa de secagem de materiais; agitador magnético com aquecimento; banho-maria; microscópio óptico binocular; microscópio de contraste de fase; geladeira; freezer -20 oC; computadores de mesa. Além disso, existem como equipamentos de uso comum do departamento: citômetros de Fluxo, contador de cintilação; sistema para cromatografia com alta pressão (2); FPLC; plestismógrafo; Ultra centrífuga; Speed Vac; Real Time PCR; ImmunoSpot; Bio-Plex; freezer -70 C.

RECURSOS DE INFORMÁTICA

Todos os laboratórios possuem acesso à internet, onde docentes e discentes fazem uso em maquinas próprias e em outras adquiridas junto a órgãos de fomento. Embora o número de maquinas seja limitado nos laboratórios, o Campus Universitário do Araguaia possui 119 computadores interligados à internet, disponíveis para os alunos matriculados nos Programas de Pós-Graduação, sendo localizados nos seguintes Campi: O Campus I – Pontal do Araguaia possui: 1 laboratório com 24 computadores e  16 computadores na Biblioteca; O Campus II – Barra do Garças possui: 1 laboratório com 24 computadores, 1 laboratório com 40 computadores e 15 computadores na Biblioteca.

BIBLIOTECA
As Bibliotecas do Campus Universitário do Araguaia (Campus Pontal do Araguaia e Barra do Garças) estão ligadas a rede mundial de computadores com 31 computadores e possuem um acervo de dezoito mil setecentos e noventa e oito (18.798) títulos, e trinta e cinco mil, duzentos e sessenta e seis (35.266) volumes de livros. Possui quatrocentos e setenta e quatro (474) títulos de periódicos nacionais sendo que, desses, apenas vinte e sete (27) são assinaturas correntes recebidas das editoras. As Bibliotecas participam dos seguintes programas e redes nacionais:
1. COMUT: Programa de Comutação Bibliográfica (convenio IBICT/UFMT);
2. Programas de catálogo coletivo nacional de periódicos do IBCT;
3. Portal de Periódicos da CAPES.
As Bibliotecas estão localizadas na Unidade I (Pontal do Araguaia), em um edifício de 400m2 e na Unidade II (Barra do Garças), com edificação de 900m2. O acervo conta com diversos livros da área de Biologia, Farmácia, Enfermagem, Biomedicina, entre outros que abrangem a área de concentração do programa.
O programa conta também com o acervo da Biblioteca Central do Campus de Cuiabá que complementa a infra-estrutura bibliográfica inerente às atividades de ensino, pesquisa e extensão. O acervo bibliográfico desta unidade é constituído por 177.000 livros; 403 títulos de Periódicos Correntes; 1.542 títulos de Periódicos Retroativos; 5.892 teses e monografias; 16.000 obras raras e 242 videotapes.
Os estudantes do Programa de Pós-Graduação em Imunologia e Parasitologia Básicas e Aplicadas tem acesso irrestrito a toda bibliografia, tanto das bibliotecas locais quanto da Sede. Além disso, tanto o corpo docente quanto o corpo discente podem ser cadastrados para ter acesso aos Periódicos Capes para que suas pesquisas bibliográficas possam ser realizadas online sem que seja necessária sua presença no campus.